Método Rolf
Marque sua consulta com a A Dra. Ana Lúcia Motta, fisioterapeuta há 20 anos.

Endereço (Curitiba)

R. Padre Anchieta, 2050 – Sala 1602

E-MAIL

analumottafisio@gmail.com

WHATSAPP

41 99897.8018

Previous
Next

Método Rolf

Mais vitalidade e bem-estar

O método Rolf enxerga as relações das estruturas entre si,  com o espaço e a gravidade, reestruturando o corpo e seus processos físicos e energéticos através da grande rede estrutural a qual modernamente chamamos de fáscia.

O objetivo do método Rolf é o de reconhecer os padrões atuais de organização postural e de movimento da pessoa e, por meio de um trabalho de liberação miofascial e integração das estruturas do corpo como um todo, possibilitar um maior nível de organização e equilíbrio e, consequentemente, movimentos mais fluidos, seguros, com menos esforço, mais vitalidade e bem-estar.

Fáscia é a estrutura em rede que permeia todos os ossos, músculos, nervos e órgãos, como se fosse uma grande teia dando unidade à estrutura corporal. Sua principal função é lubrificar os espaços internos, diminuindo a fricção entre as partes e facilitando nossos movimentos.

Como o Rolf funciona?

Mais vitalidade e bem-estar

Rolf tem um modo diferenciado de “ver” e a forma de “enxergar”. Para entender como se dá a organização do nosso corpo, imagine uma barraca. Pense em: para que uma barraca esteja bem montada, é preciso de 2 tipos diferentes de elementos de sustentação: as varetas e o tecido tensionado ao redor delas. Assim também é o nosso corpo, que se estrutura a partir dos ossos e dos tecidos tensionados que o revestem – o sistema miofascial: músculos, fáscia ,tendões (que são continuidade da fáscia), e ligamentos.

O ‘sistema miofascial’ formam um todo que reveste nosso corpo por inteiro, em múltiplas camadas que se inter-relacionam, como uma “roupa” que reveste e interliga nossos ossos, dando direção aos nossos movimentos.
Quanto mais essa nossa “roupa” miofascial está organizada e equilibrada em termos de tensão e direção, melhor o posicionamento dos nossos ossos entre si. Assim, quando nos movimentamos sob a força da gravidade, nossos movimentos acontecem respeitando a direção para as quais nossas articulações foram feitas. O resultado disso são movimentos mais fluidos, livres, equilibrados, econômicos.

Por outro lado, quando há desequilíbrios de tensão e direção nessa nossa “roupa” miofascial (partes excessivamente tensionadas por alongamento ou contração, e outras mais frouxas), começam a surgir desvios nas direções das nossas articulações e compensações em todo o nosso corpo. Quando isso ocorre, nossos movimentos se tornam mais pesados, presos, descoordenados, gerando mais desgastes em todo o organismo e, com o tempo, risco de lesões.

Previous
Next

Em busca da Integração Estrutural

Mais vitalidade e bem-estar

A Integração Estrutural lida com o modo que as partes se integram com o todo e com o espaço e faz junto com o cliente, um processo para que este sistema se torne cada vez mais próximo de um “ser humano mais eficiente e mais coerente com seu propósito”.

Busca “dissolver” através do trabalho manual, com pressão e calor, abrindo caminho para que tudo possa fluir e o que está enrijecido possa ser “derretido”. 70% do nosso corpo é composto por água e isso já nos dá uma ideia de quanto mutável é o corpo humano.

Um meio tão líquido como esse pode mudar a sua forma constantemente.
Numa série de 10 sessões, cada uma com objetivo estruturais específicos, o corpo humano é liberado, possibilitando um relacionamento mais harmonioso com o campo da gravidade.

Na medida que se torna melhor a relação com a gravidade e com a linha vertical, os sintomas e desconfortos costumam desaparecer.
A força principal que afeta a nossa forma são os padrões de uso e o modo como nos movimentamos, andamos, sentamos ou dormimos. Nossas estruturas armazenam traumas físicos de quedas ou desconfortos, lembranças e emoções, através da memória celular. Por isso, o trabalho no tecido miofascial trata o paciente de forma global, além daquilo que possa ser consciente, trazendo alívio para tensões físicas e emocionais reprimidas, que podem ser a causa do problema (ou parte dela).
A pessoa passa a ter um menor gasto energético, e a despender menos esforço para ficar em pé, mover-se, realizar qualquer atividade física. Muitas dores, doenças e limitações podem ser causadas por um desalinhamento da estrutura corporal e corrigidas com o Rolf.

Após a liberação de restrições do tecido conjuntivo, o corpo começa a perceber-se de uma maneira diferente. O sistema sensório-motor funciona de maneira diferente e o movimento flui com uma facilidade desconhecida.

Previous
Next

Em busca do bem estar físico mental e espiritual

Mais vitalidade e bem-estar

Encontramos áreas do corpo com restrição de movimento, muitas vezes desaparecidas do mapa corporal e que são vizinhas das áreas onde a pessoa sente a dor. Mobilizando, então, esses pedaços esquecidos, apagados da consciência da pessoa, o corpo volta a ter a capacidade de transmitir movimento e descarregar peso de maneira harmônica, fato esse que tem um grande impacto na dor relacionada.

Cada  pessoa irá fazer seu trabalho e os resultados acontecerão de forma bem particular. O corpo precisa de ajustes estruturais periódicos para manter-se no eixo.

É indicado para aqueles que sofrem de males causados por má postura, como dores musculares; para os que apresentam dificuldade de movimento e traumas físicos; para os que se submetem a estados de tensão e estresse no dia-a-dia; para os que desejam melhorar seu desempenho esportivo e para os que procuram evolução e autoconhecimento.

Não interessa curar sintomas, a relação adequada com a força da gravidade se encarrega disso. Ideia é transformar as pessoas em seres humanos mais fortes e seguros, conscientes de que o equilíbrio energético é a chave para uma vida de bem estar físico mental e espiritual.

Previous
Next

Interessante no método Rolf:

Mais vitalidade e bem-estar

  • “A linha não é uma coisa. É uma relação.” Ida Rolf
  • “ A gravidade é o terapeuta.”
  • “O Rolfista é o capitão do barco levando o cliente rio abaixo. No final você se despede dele (levando-o de novo à terra Flrme)”.
  • “O corpo precisa se alongar, se equilibrar:um corpo equilibrado fará surgir um ser humano melhor.”
  • “Como em toda matéria organizada em unidades biológicas, há um padrão, uma ordem, no corpo humano. Os seres humanos podem mudar em direção à organização ou se distanciar dela. Os corpos humanos mudam: o seu corpo pode mudar, qualquer corpo pode mudar. Não estamos nos referindo à deterioração ou à idade no sentido normalmente aceito. Queremos dizer que os corpos – os corpos físicos de carne e osso – são surpreendentemente um meio plástico, que pode mudar rapidamente para uma estrutura que seja mais ordenada e portanto mais econômica em termos de energia.”
  • “Os joelhos, assim como os tornozelos, funcionam de acordo com a forma dessa estrutura; como uma dobradiça de porta, eles trabalham melhor e mais economicamente em um plano único de movimento – para frente e para trás. Idealmente, os movimentos da articulação do joelho e do tornozelo devem ser paralelos, e as próprias articulações devem estar centradas uma sobre a outra. Então, o movimento do indivíduo será realmente para frente em linha reta. Seu passo não exige esforço ou desgaste, por isso seu andar é gracioso. Ele não gasta energia puxando ou torcendo qualquer parte de sua perna para movê-la para frente.”
  • “Rolfing: a integração das estruturas humanas”. – Ida P. Rolf.

Clique aqui para saber mais sobre o método Rolf.

Método Rolf

Criado pela pesquisadora norte-americana Ida Rolf, um processo de educação do nosso corpo por meio de toque na pele.

Reeducação Postural

A RPG (Reeducação Postural Global) é um método fisioterápico que consiste na reorganização dos segmentos do corpo.

Liberação Miofascial

A Liberação Miofascial (LMF) é uma das ferramentas da terapia corporal, como massagem e acupuntura, por exemplo.